Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon

Informações de Contato

Rua Tabapuã 41 cj 88

Itaim Bibi

São Paulo - S.P.


(11) 5041-0996
(11) 97641-5065

contato@masci.com.br

Fale com a gente

email: contato@masci.com.br

Por favor, considere que nossa legislação proíbe qualquer tipo de avaliação, sugestão ou consulta pela internet. A avaliação presencial, consulta, é obrigatória.
 

Tensão Pré Menstrual

Home > Tensão Pré Menstrual

Sintomas

Está presente em maior ou menor grau em algo como três entre quatro mulheres. Em geral começa um pouco depois da ovulação, dura entre 7 a 10 dias, e termina com a menstruação. Para muitas mulheres, os sintomas são severos a ponto de afetar seus relacionamentos afetivos, sociais ou de trabalho. Em 30-40% das mulheres os sintomas da Tensão Pré Menstrual podem afetar suas rotinas e atividades diárias, mas ser tolerável. E em até 10 % das mulheres que sofrem de Tensão Pré Menstrual esses sintomas podem se tornar incapacitantes.

 

E quanto aos reflexos nos homens? Aproximadamente dois em cada três que convivem com mulheres com Tensão Pré Menstrual relatam efeitos negativos no relacionamento, com brigas e afastamento. Aproximadamente um em cada três homens relata impacto negativo nas suas relações sexuais durante o período de Tensão Pré Menstrual.

Sintomas da Tensão Pré Menstrual

Os sintomas mais comuns podem ser divididos em emocionais e físicos. Algo em torno de 30 % das mulheres têm sintomas exclusivamente emocionais, 5 % apenas sintomas físicos, e o restante 65 % os dois tipos de sintoma.

Os sintomas emocionais mais comuns são a ansiedade, irritabilidade, tensão emocional, agressividade, depressão, desânimo, choro com facilidade e aumento do apetite.

Já os sintomas físicos mais comuns incluem dores (de cabeça, nas mamas), ganho de peso, retenção de líquidos, e problemas de pele. Esses sintomas podem ser divididos em quatro categorias mais específicas:

Tensão Pré Menstrual Tipo A: Sintomas principalmente de Ansiedade, Agressividade, Tensão Emocional, Irritabilildade, sensação de estar no limite”.
 
Tensão Pré Menstrual Tipo D: Sintomas principalmente de Depressão, comumente acompanhado de insônia, desânimo, dificuldade com memória, choro fácil. Aproximadamente metade das mulheres com TPM tem sintomas depressivos.
 
Tensão Pré Menstrual tipo H: Principalmente retenção Hídrica, com inchaço, edemas, aumento de volume no abdôme, dores nos seios e ganho de peso corporal.
 
Tensão Pré Menstrual tipo C: A Cefaléia predomina, em geral acompanhado de fadiga e necessidade de consumo de doces. Mulheres sofrem de enxaqueca três vezes mais que os homens, e em 65% dos casos ela está relacionada ao cíclo menstrual.

TENSÃO PRÉ MENSTRUAL EM ADOLESCENTES
 
Durante a adolescência ocorrem várias alterações emocionais que são características dessa fase, como irritabilidade, acne, cólicas, agressividade. Mas, se os sintomas desaparecem ou melhoram com a menstruação, é provável que não sejam devidos à fase de vida, e sim à Tensão Pré Menstrual, devendo ser abordada como tal.

Abordagem Integrativa

A Medicina Integrativa é orientada para a Cura no seu sentido mais amplo. Essa abordagem não rejeita a Medicina Convencional, já que utiliza tanto as terapias convencionais quanto as alternativas.

Objetivos do Tratamento

Atuar nas causas da enfermidade ou desconforto, e não somente nas consequências.

Priorizar a utilização de medicamentos naturais, com menos efeitos indesejáveis.

Vídeos

Biostress - Raiva, Irritabilidade, Saúde e Doença

Dr. Cyro Masci é médico psiquiatra

Dr Cyro Masci é médico (CREMESP 39126) psiquiatra* (RQE CFM 9738).

 

Adota uma visão integrativa na medicina e na promoção da saúde. É autor dos livros "A Hora da Virada - enfrentando os desafios da vida com equilíbrio e serenidade" (esgotado) e de "Biostress - Novos caminhos para o equilíbrio e a saúde".

 

E pós graduado em Medicina Tradicional Chinesa (MTC) Acupuntura pela AMBA, Associaão Médica Brasileira de Acupuntura. Tem larga experiência em cursos e palestras para públicos diversificados. Durante um período de sua vida, seguiu carreira acadêmica, tendo lecionado na Faculdade de Ciências Médicas de Santos e na Universidade Metodista, Campus ABC. É presença constante em jornais, revistas e televisão e possui mais de 400 artigos publicados em revistas leigas e técnicas.

 

É praticante de diversas formas de meditação.

(*) Psiquiatra é um médico que se especializou em transtornos mentais, emocionais e de comportamento. A formação do médico psiquiatra é feita através do curso de medicina (6 anos em período integral), seguido de especialização (2 a 3 anos em período integral), seguida de cursos variados de aperfeiçoamento.